Logo PECE. Pular para página inicial
 

Ementa da Disciplina

CódigoVIA-005
Disciplina Infra-estrutura Ferroviária
ObjetivoProver os elementos fundamentais para o projeto e realização da camada inferior de terraplenagem, chamada de subleito ou plataforma, e demais tratamentos e obras abaixo do nível desta camada.
Público_AlvoAlunos com formação básica em Engenharia,Tecnologia e/ou áreas afins, e experiência adquirida no exercício profissional específico no setor de via permanente.
Ementa

1. Elementos geotécnicos da infraestrutura ferroviária: Solos e lastro

2. Projeto

3. Construção

4. Avaliação e manutenção - soluções viáveis

Bibliografia-ALIAS, J. La Voie Ferrée: techniques de construction et d'entretien. 2ª edição, Eyrolles, 1984. 514 p. -AREMA. Manual for Railway Engineering. Lanham: American Railway Engineering and Maintenance of Way Association - AREMA, 2009. -BRINA, H. L. Estradas de Ferro. UFMG, Volume I e II, 1988. -ESVELD, Coenraad - Modern Railway Track, Second Edition, Delft University of Technology, MRT-Productions, 2001, 654p. -FASTENRATH, F. Railraod Track: Theory and Practice. Frederick Ungar, 1981, 457p. -LICHTBERGER, Bernhard - Manual de vía,Infraestructura, superestructura, conservación,ren, tabilidad, 1ª ediciós, Eurailpress, 2007 -MELIS MAYNAR, Manuel;GONZÁLEZ FERNÁNDEZ, Fco Javier-Ferrocarriles metropolitanos:Tranvías, metros ligeros y metros convencionales, tercera edición, Colegio de Ingenieros de Caminos, Canales y Puertos, 2008 -Revue Gén-Quartely Report of RTRI-Railway Technical Research Institute,Japan: www.rtri.or.jp -International Railway Journal: www.railjournal.com érale des Chemins de Fer: www.revue-rgcf.com -PORTO, T. G. A infra-estrutura da via férrea. Dissertação (Mestrado) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1984, 122p. -PORTO, T. G. Do planejamento a implantação de projetos de modernização ferroviária, um processo condicionado pelo fator técnico-especializado. Tese (Doutorado) - Universidade de São Paulo, 1992, 115p. -RFFSA. Rede Ferroviária Federal S.A. Estudos e Relatórios técnicos. Divisão de Via permanente e Obras, 1980. -RFFSA Rede Ferroviária Federal S.A. Normas e Instruções Gerais de Eletrotécnica. Divisão de Eletrotécnica, 1979. -RFFSA Rede Ferroviária Federal S.A. Normas e Instruções Gerais de Via Permanente. Divisão de Via permanente e Obras, 1979. -RIVES, F. O.; PITA, A. L.; MEGÍA, M. J. Tratado de Ferrocarriles. Rueda, D. L., Volume I e II, 1977. -STOPATTO, S. Via Permanente Ferroviária: Conceitos e Aplicações. T. A. Queiroz/EDUSP/C REVISTAS : -Railway Gazette : www.railwaygazette.comBTU, 1987, 251p. -DE VILLEGAS, J. M. G. D., BUGARIN, M. R. Desvios Ferroviários. Ingenieria Cantabra, 1995, 447p. -VUCHIC, V. R. Urban Public Transportation: Systems and Technology. Prentice Hall, 1981, 673p.
Duração (h)30
Título Escolha
Imagem do selo de Garantia de Qualidade POLI
Centro de Apoio ao Aluno: atendimento@pecepoli.com.br
Telefone: (11) 2998-0000 Fax: (11)2998-0054
Segunda a sexta-feira das 9h00 às 21h00.
Logo da USP - link externo ©Copyright 2010 PECE - Todos direitos reservados. Logo da Escola Politécnica - link externo