<img src="../../img/btn_faca_inscricao.gif" width="180" height="61" alt="" border="0"/>

Educação on-line para professores

Os recursos tecnológicos se desenvolvem par e passo, de maneira simbiótica, com seu uso, expresso pelas conveniências das empresas, pelo aprendizado dos educadores e pelo desempenho dos estudantes. A tecnologia não se desenvolve por si, ela se desenvolve guiada pelos que adotam seus instrumentos. Assim, educadores, somos todos cúmplices das mudanças nas escolas e dos modos de aprender definidos pela tecnologia. Quer utilizando, quer negando a adoção de tais recursos tecnológicos, somos cúmplices.

Nunca foi tão necessário, como é agora, que nos aprofundemos nos conceitos básicos da educação e na essência do aprendizado. São esses fundamentos que nos guiarão na jornada que temos pela frente. É nesse contexto que o presente curso foi criado.

Objetivo
Este curso visa o público de Docentes de nível superior que vivem as mudanças nas escolas e nos estudantes provocadas pela incorporação de recursos da tecnologia digital.

O que se pretende é que, ao concluírem de maneira satisfatória este curso, os professores estarão aptos a exercerem suas funções de maneira a explorarem [ao máximo] o que oferecem os novos métodos e os novos recursos que a tecnologia digital traz para os processos de aprendizagem

Informações Gerais
Perfil do público
Professores, Educadores e Coordenadores de Cursos, que pretendam entender como a mente aprende e como facilitar e estimular o processo de aprendizado e adotar processos de aprendizagem online.

Turma 2018
Inscrições: 06/08 a 13/09/2018
Resultado: 14/09/2018, por e-mail ou telefone.
Matrículas: Até 18/09/2018
Início das Aulas: 26/09/2018

Para matricular-se neste curso de atualização o interessado deve ter sido aprovado no respectivo Processo Seletivo.

O inscrito que for aprovado no Processo Seletivo, deverá nos apresentar no ato da matrícula, uma cópia simples (que será retida) e original dos seguintes documentos:
a) CPF;
b) RG;
c) Diploma do curso superior;
d) Comprovante de residência;
e) 01 foto 3X4 recente e
preencher e assinar o termo de compromisso do Curso.

A efetivação da sua matrícula deverá ser devidamente confirmada pelo Centro de Apoio ao Aluno.

A matrícula somente será considerada efetuada mediante o nosso recebimento de todos os documentos necessários acima mencionados.

ATENÇÃO! - O Programa de Educação Continuada da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - PECE/EPUSP reserva-se o direito de não realizar este curso, ou modificar sua data.


Corpo Docente
O curso tem em seu corpo docente professores doutores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

A coordenação acadêmica está a cargo do Prof. Dr. Bruno de Carvalho Albertini, professor do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais - EPUSP
 
Docente ministrante USP:
Prof. Dr. Edson Fregni Possui graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo(1970), mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo(1972) e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo(1997).


Conteúdo
O Curso de Curso de Atualização em Educação online para professores (EaD) terá duração de 30 horas.
Recomenda-se que, cada aluno tenha cerca de 3h30 de estudos individuais pós aula.

A Estrutura
O curso transcorrerá em quatro fases:
1. Como a mente aprende
2. Processos educacionais online e sua eficácia
3. Recursos tecnológicos para educação
4. Boas práticas de professores em processos educacionais online.
Assim, o objetivo deste curso é instrumentar o professor a exercer seu papel no mundo digital em que vivemos, entendendo que o papel do professor é possibilitar que nossos estudantes tenham acesso a informações, vivam experiências e reflitam sobre elas. Como fazer isso, dependerá de cada educador, de cada professor e de cada profissional que desenvolve técnicas e tecnologias para o aprendizado. É disso que trataremos neste curso.

A Dinâmica
Este curso será oferecido com aulas semanais transmitidas semanalmente e os alunos podem segui-las pelo canal do Youtube. As gravações das transmissões ficarão imediatamente disponíveis aos alunos que não conseguiram assistir à aula ao vivo.
Esse processo será apoiado pela plataforma Slack onde os estudantes poderão acessar o conteúdo e as orientações, e utilizar o fórum para discussão da matéria, conforme o curso for evoluindo. Instruções de a acesso a essas plataformas serão fornecidas logo após a matrícula.
A avaliação do desempenho dos alunos, na forma de nota, será feita pela sua participação no fórum de discussão e nos exercícios também apresentados no fórum. A avaliação é semanal. Detalhes sobre o critério de aprovação para emissão do certificado serão dados na primeira aula.

Os Encontros Presenciais

O PECE oferece aos alunos a possibilidade de participação em dois encontros presenciais em sua sede, na Cidade Universitária da USP, em São Paulo. Os encontros não são obrigatórios. Eles oferecem a possibilidade dos alunos se conhecerem pessoalmente. Os que estiverem fora da cidade de São Paulo, poderão assistir aos encontros pelo canal do Youtube.
O primeiro encontro ocorrerá quando o curso estiver em sua metade. É um momento propício o contato pessoal entre os alunos. Nesse encontro, o PECE convida um palestrante para trazer sua visão sobre educação online em cursos universitários.
O segundo encontro se dará no final do curso. Quando fazemos um rescaldo sobre a experiência que professores, assistentes e alunos tiveram ao longo do processo. O PECE coletará sugestões de melhoria para próximas edições do curso.

Currículo do Curso -(Um módulo por semana)
MÓDULO I - Introdução
* Apresentação do curso

MÓDULO II - Aprendizado no contexto histórico
Este módulo traz o contexto histórico do nosso tema. Uma conversa sobre educação, estabelecendo o grande cenário do tema do curso.
 O ser humano é um animal que aprende. Por necessidade e por prazer. E também... porque é impossível evitar.
 Portanto, um professor, antes de mais nada, deve se preocupar em não dificultar o aprendizado do aluno. Que acontece naturalmente.
 A aprendizagem é processo físico e, portanto, aprende-se hoje pelos mesmos mecanismos que aprendíamos em tempos ancestrais. A cultura facilita ou dificulta, motiva ou desmotiva.
 Este módulo, como introdução ao tema, focará no contexto histórico de como os processos de aprendizagem foram sendo moldados pela civilização.
 É uma breve análise sem a ambição de aprofundar neste assunto, coisa que pode ser feita pelos participantes deste curso.

MÓDULO III - Bases conceituais da aprendizagem
Este módulo irá aprofundar o nosso entendimento sobre como a mente aprende
 O ciclo de aprendizagem e os estilos de aprendizagem criados pelo educador David Kolb
 Como cada estágio do ciclo de aprendizagem se materializa no cérebro humano, de acordo com a visão do biólogo James Zul
 Um aprofundamento de como a mente aprende e como isso pode orientar a atuação dos educadores, conforme a visão da neurocientista Janet Zadina.

MÓDULO IV - As primitivas dos processos de aprendizagem
Neste módulo, iremos percorrer o universo dos mais básicos objetos de aprendizagem utilizados pelos processos educacionais: as atividades primárias de um curso; as que promovem o aprendizado.
 Vamos procurar analisar dois modelos importantes para nosso objetivo final: o Cone de Experiência e a Taxonomia de Bloom.
 Daremos um passo na direção e nossos objetivos, propondo uma organização conceitual de um curso, como um processo de aprendizagem.
 Isso servirá de base para entendermos como diferentes elementos de aprendizagem (primitivas dos processos educacionais) têm efeitos distintos na aprendizagem. Esses elementos são, por exemplo, video-aula, fórum de discussão, atividades práticas, etc.

MÓDULO V - Os métodos de aprendizagem
Neste módulo, iremos percorrer o espaço dos métodos de aprendizado, que mostram a característica educacional básica de um curso.
 Os métodos de aprendizado são justificados pela forma como entendemos que o aprendizado se dá. Por isso, o capítulo começa a falar do construtivismo, que é o modelo adotado para entender o aprendizado profissional de adultos.
 Veremos também que a emoção, que induz a motivação, é o principal agente catalisador do aprendizado.
 A seguir estudaremos sete métodos mais frequentemente adotados pelos cursos de temas profissionais para adultos.
 Com isso, teremos avançado um grande território das técnicas de construção de cursos.

MÓDULO VI - As modalidades de cursos online
Este capítulo do nosso curso é dedicado ao estudo da modalidade dos processos educacionais.
 Chegamos num momento em que o nosso principal objeto de estudo, os processos educacionais, já tem forma. Não mais os analisaremos por suas partes.
 As modalidades definem como os cursos são oferecidos, em duas dimensões síncrono ou assíncrono, e para turmas de alunos ou para indivíduos.
 Vamos analisar quatro típicas formas de cursos em uso pelas escolas, desde cursos puramente presenciais até cursos totalmente a distância.
 Ao final desta aula, apresentaremos o enunciado de um exercício a ser trabalhado até a próxima aula.

MÓDULO VII - Os roteiros e seus estilos
Este é o capítulo é dedicado a analisar as respostas do exercício proposto e estudarmos alguns aspectos construtivos de um curso.
 Iniciaremos apresentando possíveis respostas aos 5 casos propostos na aula passada
 A seguir iremos procurar entender como é a estrutura básica de um curso (disciplina) e sua importância.
 Daremos destaque à características do roteiro de um curso. Note-se que o roteiro de um curso presencial é expresso pela grade curricular do curso (disciplina).

MÓDULO VIII - Arquitetura de um ambiente virtual de aprendizagem
Este capítulo será um exercício de dissecação de um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)
 O primeiro passo é entender como é uma possível estrutura de um AVA, que poderia ser visto como uma escola completa, versão digital.
 Um Ambiente Virtual de Aprendizagem pode ser visto como uma escola digital onde alunos assistem às aulas, estudam, fazem exercícios e trabalhos em grupo, discutem a matéria, tiram dúvidas com os professores, fazem as provas, etc.
 A seguir, veremos que um AVA, para ser prático, precisa trazer recursos para construir-se novos cursos e preparar conteúdos didáticos.
 Uma grande comodidade que um AVA pode oferecer é disponibilizar dados sobre o desempenho de cada aluno, em tempo real.

MÓDULO IX - Os recursos tecnológicos na educação
Este capítulo faz uma breve visita ao grande universo de soluções tecnológicas para a educação, à disposição de escolas e professores.
 A organização do tema desta aula vai do maior para o menor. Começaremos observando os grandes sistemas para a construção de ambientes educacionais e caminhamos pelos menores até chegar em pequenas ferramentas à disposição dos professores.
 Trataremos dos diferentes tipos de LMS, dos aplicativos que podem ser utilizados como LMS e dos diferentes aplicativos que podem complementar aulas presenciais.
 A indústria conhecida como Edtech (Tecnologia para Educação) está cada vez mais ativa, por isso o material desta aula precisa ser atualizado com frequência, para não ficar obsoleto.

MÓDULO X - O professor como autor
Este módulo trata de todo o trabalho de preparação de um programa educacional que utiliza recursos digitais online.
 O ponto de partida é a apresentação do Programa Educacional (trilhas de cursos ou frade curricular), dentro do qual os cursos se inserem.
 A seguir iremos tratar de um possível método para desenvolver um curso online ou híbrido, em etapas (em cascata). O projeto instrucional é atividade básica nesse método.
 Então, este módulo se ocupará da questão de como desenvolver os mais importantes tipos de elementos de aprendizagem, para compor roteiros de cursos.
 Encerraremos com a proposição do trabalho de final de curso. É opcional.

MÓDULO XI - O professor como facilitador
Este módulo se debruça sobre as mudanças no papel dos professores face as mudanças trazidas pela sociedade digital.
 Iniciaremos procurando entender os diferentes papéis que um professor exerce e como eles se modificam com a adoção da tecnologia.
 A seguir evoluiremos nessa análise, focando as diferentes atividades que um professor executa ao cuidar de uma oferta em um curso online. São dez atividades consideradas.
 Finalmente nos debruçaremos sobre o que significa ser facilitador, e quando ele é visto como essencial para o aprendizado dos alunos.
 Finalmente veremos as práticas recomendadas para um professor nos cuidados das discussões em um fórum assíncrono.

MÓDULO XII - TENDÊNCIAS: o impacto da evolução da tecnologia nas escolas
Este módulo é nosso último módulo do curso. Ele será diferente. Ao invés de existir uma aula, acontecerá uma sessão de brainstorm.
 A turma é dividida em três grandes grupos. Cada grupo deverá sintetizar um artigo que trata de tendências em enfoques distintos.
 A sessão de brainstorming será liderada por representantes de cada grupo.
 Tenat-se entender os rumos futuros da educação online, do ponto de vista de seus processo, instrumentos e enfoques.

Importante
Parte do material adotado no curso é em inglês.


Ingresso no Curso
Preenchimento da ficha de inscrição.

Para ser considerado aprovado no Curso de Atualização e ter direito ao respectivo Certificado de Conclusão, o participante deverá satisfazer os seguintes requisitos:

A) - Obter nota final igual ou superior a 7,0 (sete);
B) - Ter freqüência igual ou superior a 75%.

Dedicação
Pressupõe-se que, para cada hora de aula, correspondam de uma a quatro horas de dedicação individual do participante.


Cronograma
Ementa
1 - Histórico introdutório (a) As escolas se organizaram e como os processos educacionais evoluíram através do tempo. Os aportes tecnológicos às escolas. A fase da Livro/Lousa/Giz/Caderno onde a maestria do professor e a qualidade dos textos eram primordiais para motivar e instrumentar os alunos para o aprendizado
(b) Educação à distância, como começou, Escolas por correspondência - lições semanais enviadas pelo correio.
(c) A instrução programada - Skinner. Utilizada no treinamento - o primeiro caso de educação adaptativa.
(d) A tecnologia digital se manifesta com os sistemas elearnings - conteúdo entregue em disquetes/cds - os famosos page-turners
(e) A tecnologia começa a revolucionar os processos educacionais. Uma explosão de tipos e formatos de sistemas digitais para a educação mostra que a fase atual a educação se tornou um enorme cadinho de experimentação de técnicas, modelos e processos educacionais.
(f) A área de Inteligência Artificial começa a entrar no jogo.

PARTE I
CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE O USO DE TECNOLOGIA NA EDUCAÇÃO
2 - Começando do começo: como aprendemos
Aprendemos ao fazer conexões entre experiências e emoções novas (que nos chegam pelos sentidos e pelo pensamento) a coisas que já sabemos. A elaboração sobre essas experiências e emoções novas, na comparação com o que já sabemos (nossos conhecimentos e nossa visão do mundo e das coisas), intensificam tais conexões, que em última análise é o aprendizado. Dessa forma, quanto mais experiências vivemos, quanto mais emoções sentimos, quanto mais refletimos e pensamos, mais aprendemos. E mais prontos estaremos para aprender mais. E experiências novas são tão mais impactantes quando nos chegam simultaneamente pelos múltiplos canais auditivos, visuais, motores e demais. Esses pontos serão abordados na análise dos principais pontos do livro "The Multiple Pathways to Student Brain" da neurocientista Janet Zadine.
1. A sinergia entre os múltiplos canais de acesso à mente (auditório visual, cinestésico)
2. A emoção afeta e é afetada pelos canais sensoriais
3. Os mecanismos de atenção da memória de trabalho e seu impacto no aprendizado (como o cérebro movimenta informação entre a memória temporária / de trabalho e a de longo prazo.
4. As funções executivas de alto nível e seu impacto no aprendizado: planejamento, organização e pensamento crítico
5. Plasticidade - aprender é re-aprender. Aprender é reconectar. Aprender é criar dendritos (a química das sinapses). Aprende mais quem aprofunda que quem alarga. Repetição é melhor que inedetismo.
6. Como o cérebro pensa e aprende - ativa e conecta (fire and wire). O pensamento se dá pela transmissão de informação pelos neurônios relevantes.
7. Princípio de Donald Hebb (prêmio nobel): "Cells that fire together, wire together". O aprendizado, literalmente, aumenta as conexões entre neurônios e dendritos. Quanto mais a rede neural é disparada, mais forte a rede se torna.
8. A experiência e a prática são críticos para o aprendizado porque ativa múltiplos canais de acesso à mente.
9. Aprendizado como atividade social. Quando se compartilha com outros o que se aprende, mais conecções são fortalecidas.

3 - Técnicas e processos de educação (independentemente se online, ou não).
(a) Pirâmide da Aprendizagem
Controversa nos detalhes, mas correta na mensagem central.
(b) Estilos de Aprendizagem
Diferente métodos têm eficácia diferentes, para pessoas diferentes, em momentos diferentes.
(c) Primitivas dos Processos
1. Acesso à informação / conteúdo - leitura crítica; reflexão, brainstorming, storytelling
2. Discussão, interação - a importância do coletivo para o aprendizado
3. Atividades individuais, exercícios, trabalhos
4. Atividades em grupo - exercícios, trabalhos
5. Respondendo a provas, desafios
6. Ensinando outros
7. Fazendo - treinamento no trabalho.
(d) Técnicas particulares
1. Aprendizado baseado em problemas
2. Aprendizado baseado em projetos
3. Aprendizado na pesquisa/investigação
4. Aprendizado adaptativo
5. Aprendizado lúdico
6. Aprendizado por simulações
7. Estudo de caso
4 - Entendendo a educação online ou educação apoiada por computadores
(a) As três principais arquiteturas dos processos de aprendizagem em escolas
Comparando as vantagens, desvantagens, custos e dificuldades de diferentes arquiteturas deprocessos educacionais apoiados em recursos tecnológicos
1. Auto instrucional
2. Em turmas - puramente online
3. Em turmas - híbrido.
(b) Estudo de casos
Apresentação de exemplos reais
5 - As ferramentas tecnológicas típicas
(a) Os AVA's - Ambientes Virtuais de aprendizagem
Ambientes online completos - os LMS's - já prontos. Podem ser:
proprietários
software livre
caixas de ferramenta
que atendem processos educacionais específicos
(b) Plataformas abertas
Espinhas dorsais e complementos
(b) Ambientes focados em técnicas específicas
Provas, conteúdo, calendário, fórum, etc
(c) Exemplos de vários sistemas de apoio à educação
6 - A introdução de técnicas profundas de Inteligência Artificial na educação
" Depois de muitas falsas partidas, IA tem feito progressos extraordinários nos últimos anos, graças a uma técnica versátil chamado de 'aprendizagem profunda'. Dadas suficiente informações, as grandes (ou 'profundas') redes neurais, modeladas pela arquitetura do cérebro humano, podem ser treinadas para fazer todo tipo de coisas. Elas potenciam o motor de busca do Google, a marcação automática de fotos do Facebook , o assistente de voz da Apple, as
recomendações de compras da Amazon e os carros auto-dirigíveis da Tesla. " [ O que a história nos diz sobre o futuro da inteligência artificial - e como a sociedade deveria responder - The Economist - 25 de junho de 2016]
(a) Histórico da evolução de automação na educação
(b) Aprendizado profundo pela máquina
(c) Interpretação de textos
(d) Algoritmos adaptativos para seguir ritmo e rendimento de alunos
(e) Agentes inteligentes / robôs

PARTE II
BOAS PRÁTICAS DE PROFESSORES EM PROCESSOS EDUCACIONAIS ONLINE
INTRODUÇÃO
O novo papel do professor: o de facilitador
Uma das consequências diretas da adoção de recursos tecnológicos no apoio a aulas é o questionamento do papel do professor. Questiona-se se o professor deve ou não "ministrar" aulas, no sentido de apresentar o conteúdo, ditar e explicar. A palavra "ditar" é boa, porque ela torna o professor em um ditador perante seus alunos. É isso que deve ser? Em oposição isso, vem a crença de que professor não ensina. É o aluno
quem aprende. Por si. E o professor pode ajudar ou atrapalhar.
Os recursos tecnológicos aplicados na educação intensificam e potencializam os dilemas clássicos enfrentados por educadores. Um desses dilemas é o da essência do papel do professor. Afinal, com a evolução da organização social, com as alterações culturais
provocadas pela tecnologia, podem os professores continuar exercendo seu papel como o fizeram seus antecessores? E essa reflexão é ainda mais urgente quando se tratam de programas educacionais cem por cento online.
7 - Planejando e preparando o curso que incorpora tecnologia digital (OSPEC)
O projeto instrucional é o trabalho que deve preceder o desenvolvimento de conteúdo. Ele é a primeira etapa do processo de desenvolvimento do conteúdo de um curso que segue as seguintes grandes etapas:
(a) Definir objetivos de aprendizagem do curso. O que o aprendente deve saber, ou ser capaz, ao completar o curso de maneira bem sucedida.
(b) Preparar o Syllabus , a descrição do conteúdo. Descrição livre, mas completa. Este texto pode servir para a apresentação do curso.
(c) Organizar o conteúdo e capítulos, descrever cada capítulo. O plano é a expansão e organização do conteúdo descrito no syllabus.
(d) Definir o estilo ( modelo) de conteúdo dos capítulos. Este modelo visa criar um formato típico da estrutura do conteúdo, a ser adotado pelos capítulos. O formato dos elementos de aprendizagem é o ponto central na organização dessa estrutura.
(e) Para cada capítulo , descrever objetivo de aprendizagem. Cada conceito essencial, indicar seu formato, e outros dados importantes para a preparação do conteúdo bruto ( texto, vídeo, exercício dissertativo, prova em múltipla escolha, etc.)
8 - Produzindo o Conteúdo = Práticas recomendadas
(a) Editorando textos e imagens - manual de estilo é importante
(b) A utilização de vídeo e áudio - formatos e apresentações
(c) Exercícios e atividades práticas - formatos e apresentações
(d) Provas como avaliação e como exercitação - formatos e apresentações
(e) Personalizando o conteúdo. Cada aluno tem o seu
(f) Facilitando as discussões
(g) Motivando a turma
(h) Conclusões e recomendações
9 - Capítulo de conclusão com algumas recomendações
? O Início de todo curso pode ser desencorajador e aprende mais quem vê a importância do que está aprendendo por associá-lo a conceitos que aprendentes já conhece. Apoie conceitos novos sobre os antigos.
? Conteúdo novo precisa ser contextualizado, associado a à razão de ser do curso.
Contação de histórias é importante. Crie desafios no início das sessões de aprendizado.
? A longo prazo, repetição é muito importante. Conteúdo redundante é chave.
? A prática torna o conhecimento permanente. Crie atividades sempre que possível.
? Aprofundar é melhor que alargar. Aprofunde pela essência dos conceitos e deixe para os estudantes concluírem sobre os aspectos complementares.
? Debates, brainstorming, compartilhamento do aprendizado é um poderoso mecanismo de aprendizagem.
? Pensar profundo, refletir e questionar são formas de fazer conexões. Isso não se dá de uma hora para outra é preciso de tempo para sedimentar. Leitura crítica é muito
importante.
? Ativar todos os canais de aprendizagem é uma forma poderosa de aprendizado
profundo. Conteúdos na forma de textos, imagens , áudio, vídeo, demonstração,
simulação, experimentação são fortemente recomendados.
? Engajamento emocional do aprendente é altamente recomendado. Os inúmeros
recursos na forma de histórias, ludificaçao devem ser considerados.
? Pessoas aprendem em ritmos diferentes. A individualização da experiência de
aprendizado, sempre que possível, deve ser adotada.

1.4.4.c) Especificação e justificativa da sistemática de comunicação interativa adotada, indicando a periodicidade dos contatos, a infraestrutura necessária aos docentes e alunos (computador, correio, telefone e afins);

1.4.4.d) Recursos de instrução: impressos (apostilas, livros, manuais e afins); audiovisuais (vídeos, filmes e afins); outros (mídias de armazenamento de dados e afins), indicando os materiais especialmente desenvolvidos para o curso;

1.4.4.e) Sistemática de estudo prevista para o estudante e sua respectiva orientação, considerando-se que a auto-instrução será a base do curso e descrever o sistema de acompanhamento, controle e supervisão do rendimento de cada aluno;

1.4.4.f) Sistemática de avaliação do rendimento acadêmico dos estudantes, especificando formato, periodicidade e critério




Certificado
O certificado do Curso de Atualização é emitido oficialmente pelo Universidade de São Paulo, e está condicionado à aprovação do aluno na avaliação, nota mínima de 7.0, com presença superior ou igual a 75%.


Investimento
Para maiores informações sobre investimento, por favor entrar em contato com a nossa Central de Apoio ao Aluno: Telefone: (11) 2998-0000, de segunda-feira à sexta-feira, das 9h00 às 20h00. E-mail: atendimento@pecepoli.com.br.


Depoimentos
Oferecer um curso sobre ensino superior à distância (EAD) utilizando desde o início várias tecnologias inovadoras (e gratuitas!) de EAD foi uma decisão arriscada, mas que deu certo. O curso tornou-se prático e teórico ao mesmo tempo, e conseguiu conquistar a atenção e a dedicação de alunos que também são professores e que geralmente não têm tempo disponível para dedicar ao aprimoramento daquilo que fazem todos os dias.
Prof. Dr. José Antônio Lerosa de Siqueira
Professor do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica / EPUSP.

Disparadamente, foi o melhor curso EAD que fiz na vida. Os conteúdos utilizados nas apresentações e artigos disponibilizados têm bastante densidade, a discussão nos fóruns foi muito intensa e qualificada e o professor Edson conduziu o curso com muita competência e dedicação. Tenho recomendado bastante os cursos do PECE para meus colegas professores.  Parabéns a todos os envolvidos e muito obrigado por tudo. Foi uma grande honra e satisfação participar deste curso.
Prof. MSc. Ricardo de Sequeira Lugó
Secretaria de Educação do Estado de São Paulo

O curso foi muito bom, contribuiu muito para minha formação como Professor, tanto para cursos online como para cursos presenciais! Foi bem organizado! Parabéns para todos os envolvidos! Agradeço ao PECE e ao  Prof. Edson pela oportunidade!
Profa. MSc. Ana Cláudia Rossi
Universidade Presbiteriana Mackenzie

Agradeço por ter sido selecionado para este curso. Foi um aprendizado constante com as interações nos fóruns com colegas com vasta experiência com vontade de compartilhar seus conhecimentos. Um ponto alto foram os materiais preparados para as aulas e os artigos selecionados pelo professor Edson Fregni. As perguntas prévias a aula e durante a aula serviram para motivar a discussão. Os exercícios também foram um ponto importante do curso.
Prof. Dr. José Aquiles Baesso Grimoni
Professor do Departamento de Energia e Automação Elétricas / EPUSP

Eu trabalho temas comportamentais para o desenvolvimento de gestores, por isso tenho uma certa resistência quanto a cursos à distância, online. Sabendo que a tecnologia está em contínuo processo de aperfeiçoamento e que em algum momento precisaria recorrer aos recursos da educação à distância resolvi aproveitar a oportunidade e participar da primeira turma do Curso de Educação Online para professores.
Destaco que foi uma experiência bastante enriquecedora. A condução do curso feita pelo Prof. Edson Fregni, apoiado pelos professores Lucas Moscato (Coordenador Geral do PECE) e o Paulo Patullo, tornou interessante e prazerosa a participação nas aulas que aconteceram todas as quartas de manhã. A possibilidade de interagir com os demais participantes através do fórum e as questões para aprofundamento das reflexões ajudaram no enriquecimento da aprendizagem.
Aprendi a metodologia para criar cursos online e creio que precisarei usá-la muito em breve. Se você tiver disponibilidade, faça o curso. Com certeza será muito útil para o seu futuro como professor.
Prof. Ricardo Rodrigues Buonanni

1. O interessado em participar do Processo Seletivo deste curso deverá proceder da seguinte forma:

a) preencher a ficha de inscrição.
b) efetuar o pagamento da taxa de inscrição no processo seletivo, no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais), através de boleto bancário. O boleto bancário será enviado automaticamente para sua caixa postal logo após o preenchimento e envio da ficha de inscrição. O valor da taxa será abatido na 2ª parcela do Curso.

2. Seleção
A seleção será feita com base nas informações fornecidas pelo interessado na "Ficha de Inscrição".

A seleção dos candidatos será realizada com base na ficha de inscrição, sendo que a ordem de inscrição pode ser utilizada, quando necessária. A formação e a experiência profissional são consideradas como aspectos fundamentais.

Caso o interessado seja aprovado, receberá email do Centro de Apoio ao Aluno, com instruções para efetivar sua matrícula.

ATENÇÃO! - O Programa de Educação Continuada da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo - PECE/EPUSP reserva-se o direito de não realizar este curso, ou modificar sua data.


Centro de Apoio ao Aluno: atendimento@pecepoli.com.br
Telefone: (11) 2998-0000 Fax: (11)2998-0054
Segunda a sexta-feira das 9h00 às 21h00.
©Copyright 2010 PECE - Todos direitos reservados.